Adicionar aos favoritos
Indique nosso site
 
A Letra Mata
 
V?rus no Alfabeto Hebraico

As 22 Consoantes do Alfabeto Hebraico
Sem os sinais massoréticos, cabide ou ganchos.


O alfabeto hebraico tem apenas vinte e duas letras, ou seja, vinte e duas consoantes, nada mais. O que vem após, está entrando pela janela, o que entra pela janela é ladrão e salteador. “Em verdade, em verdade vos digo: quem não entra pela porta no aprisco das ovelhas, mas sobe por outra parte, esse é ladrão e salteador.” João 10: 1. O hebraico moderno com os pontos massoréticos tomou o lugar do hebraico arcaico, antigo idioma, o qual não tinha estes sinais. Mas, com estes sinais, adulterou o antigo idioma transformando-o em hebraico moderno (TORRE DE BABEL), assim como os vírus invadem e tem o poder de destruir ou danificar os sistemas dos computadores. Os vírus, chamados “SINAIS MASSORÉTICOS,” invadiram o alfabeto do idioma hebraico, pois ao serem adicionados transformaram o em hebraico moderno, estes vírus tem se  alastrado com muita facilidade.
Arrastando pastores, teólogos, bacharéis, professores... Contaminando assim grande parte do sistema religioso, tornado-os presas fáceis do inimigo.
Vemos nas Escrituras, Sagradas em Mateus 11: 25. “Por aquele tempo, exclamou o Messias: Graças te dou, ó Pai, SENHOR do céu e da terra, porque ocultaste estas coisas aos sábios e instruídos e as revelaste aos pequeninos.” Os grandes homens religiosos não conseguem alcançar as revelações que vem do alto, pois lhes são ocultadas, é reveladas apenas aos pequeninos.

Como podemos ver, a letra está matando. Vejamos o que diz a palavra.

“O qual nos habilitou para sermos ministros de uma nova aliança, não da letra, mas do espírito porque a letra mata, mas o espírito vivifica”.
II Cor 3: 6.
Realmente a letra está matando. Como podemos ver faculdades e escolas religiosas que se dizem ensinar, ensinar o quê? Vejam o que diz I João 2: 27 “E quanto a vós, a unção que dele recebestes permaneça em vós, e não tendes necessidade de que alguém vos ensine; mas, como a sua unção vos ensina a respeito de todas as coisas, e é verdadeira, e não é mentira, como vos ensinou ela, assim nele permanecei.” Vejam como torcem as Sagradas Escrituras. Cada igreja tem a sua própria doutrina. Se na faculdade ou escola de teologia usam a Bíblia, como regra de fé, alguém esta sendo enganado. Vejamos Efésio 4:5, 6 “um só SENHOR, uma só fé, um só batismo; um só DEUS e Pai de todos, o qual é sobre todos, e por todos e em todos.”

Quem está revelando esta confusão no meio do povo?
I Coríntios 14: 33 “porque DEUS não é DEUS de confusão, mas sim de paz. Como em todas as igrejas dos santos.” Sabemos que o Eterno, Criador dos Céus e da Terra não é de confusão, e sim de esperança. Vejam Romanos 5: 5 “E a esperança não traz confusão porquanto o amor de DEUS está derramado em nosso coração pelo Espírito Santo que nos foi dado.” É dever de cada um examinar as Escrituras para não ser enganados pelos guias cegos. Isaías 56: 10. “Todos os seus atalaias são cegos, nada sabem; todos são cães mudos, não podem ladrar; deitados, sonham e gostam de dormir.” Mateus 15: 14. “Deixai-os; são guias cegos; ora, se um cego guiar outro cego, ambos cairão no buraco.” João 5: 39 “Examinais as Escrituras, porque julgais ter nelas a vida eterna; e são elas que dão testemunho de mim.”

Só assim poderemos ter a certeza de que estaremos fazendo a vontade do nosso Pai. Examinando e pondo em prática aquilo que estamos aprendendo. Isto porque, se reunirmos os líderes religiosos de cada denominação, para falarmos da Bíblia, cada um tem sua própria interpretação, fazendo assim dizem: a minha doutrina é verdadeira e a sua falsa.
Vejamos alguns exemplos onde entram em choque: Trindade, Sábado, Batismo, Dízimos, Ceia, Carne de porco, Batismo com Espírito Santo, Mulher falar na igreja, Domingo, Jejum, Maneira como orar, Batismo de criança, Divorcio, Rebatismo, Adultério, Divorcio e novo casamento, Purificação, Morar no céu, imortalidade da alma, mortalidade da alma, Osculo santo, Dia do SENHOR, Lei e Graça, DEUS triuno, DEUS Pai, DEUS Filho, DEUS Espírito Santo, Batismo por aspersão, Festa do Petencoste, Batismo em nome do Pai do Filho e do Espírito Santo, Batismo em nome de Jesus, Batismo em nome de Yerroshua, Yehoshua, Yahoshua, Yeshua, Yahuhshua, Reencarnação, Arrebatamento, Amargedom, Milênio no céu, Oração batismo e casamento pelos mortos, Pintura, Brinco, piercing, Doar ou não doar Sangue ou Órgãos, etc.

O que acontece com quem entra nesta confusão?
Filipenses 3: 19. “O fim deles é a perdição, o deus deles é o ventre; e a glória deles é para confusão deles mesmo, que só pensam em coisas terrenas.”

Voltando aos sinais massoréticos. Aqui vão alguns exemplos:
Vejamos nos exemplos abaixo algumas palavras, sem os pontos massoréticos:
Observe que “MAL E AMIGO” são representados com as mesmas letras hebraicas o que muda são apenas os sinais massoréticos. Assim acontece com Reinar e Provérbio, Oferenda e Mulher, Servo e Atravessar, Camelo e Realizar, Saul e Sheol etc.
Antes dos pontos massoréticos serem inventados, como eram escritas estas e outras palavras sendo que existiam apenas as consoantes?

Mateus 13: 25 “Mas, enquanto os homens dormiam, veio o inimigo dele, semeou o joio no meio do trigo e retirou-se”.
Assim também fizeram os homens enquanto o povo de Israel dormia veio o inimigo e semeou os sinais massréticos. Todos nos sabemos que estes sinais foram inventados, e que não fazem parte dos originais, sendo assim, não podemos misturar o Santo com o profano.

Mateus 13: 26 “E, quando a erva cresceu e produziu fruto, apareceu também o joio.”
Mateus 13: 27 “Então, vindo os servos do dono da casa, lhe disseram: Senhor, não semeaste boa semente no teu campo? Donde vem, pois, o joio?”
Mateus 13: 28 “Ele, porém, lhes respondeu: Um inimigo fez isso. Mas os servos lhe perguntaram: Queres que vamos e arranquemos o joio?
Mateus 13: 29 "Não! Replicou ele, para que, ao separar o joio, não arranqueis também com ele o trigo.”
Mateus 13: 30 “Deixai-os crescer juntos até à colheita, e, no tempo da colheita, direi aos ceifeiros: ajuntai primeiro o joio, atai-o em feixes para ser queimado; mas o trigo, recolhei-o no meu celeiro.”

Ao longo dos tempos os caracteres hebraicos arcaicos deram lugar aos caracteres hebraicos modernos, e também surgiram os “sinais massoréticos”. Estes sinais não faziam parte da escrita original e foram criados apenas com a finalidade de preservar a pronúncia das vogais inexistentes no idioma hebraico. Como estes sinais foram inseridos posteriormente aos escritos originais, tornaram-se uma faca de dois gumes.
Tanto pode preservar a pronúncia original como adulterá-la. Portanto, ao se utilizar sinais massoréticos, estamos adulterando as pronúncias originais das palavras ou nomes.

A leitura hebraica é feita da direita para a esquerda, e cada uma das letras hebraicas tem o seu valor numérico: 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10, 20, 30, 40, 50, 60, 70, 80, 90, 100, 200, 300, 400.
O que disto passar é de procedência maligna. Sendo que no alfabeto hebraico existem alguns, ou seja, muitos ganchos e cabides para que cada um possa puxar e pendurar suas idéias. O mesmo acontece com quem procura entendimentos nas letras. O Altíssimo deve ser adorado com honra “DEUS é Espírito, e é necessário que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade.” João 4: 24 “Então vereis outra vez a diferença entre o justo e o ímpio; entre o que serve a DEUS, e o que o não serve.” Malaquias 3: 18 

Que o Altíssimo nos Abençoe.